jenniferhudson-news03

William Balfour é condenado por homicídio da família de Jennifer Hudson

Alívio para Jennifer Hudson. William Balfour foi condenado nesta sexta-feira (11) à prisão perpétua pela morte da mãe, irmão e sobrinho da cantora de sete anos. O veredito foi anunciado em Chicado e, segundo o TMZ, J-Hud estava presente quando foi feita à leitura que condenou o ex-namorado de sua irmã por homicídio triplo. O crime aconteceu em 2008.

Logo após a leitura, Jennifer e a irmã Julia enviaram uma declaração à imprensa:

“Temos muitas pessoas a agradecer, mas primeiramente a Deus, sempre. Estamos agradecidas aos promotores James McKay, Jennifer Bagby, Veryl Gambino e a advogada Anita Alvarez e seu time pela dedicação e trabalho incansável desde o início. Temos o melhor departamento de polícia e eles estiveram do nosso lado durante todo o processo. Queremos agradecer às testemunhas que se voluntariaram ao nosso favor. Nós sentimos o amor e o apoio de todos no mundo inteiro e estamos muito agradecidas. Queremos fazer uma oração a todos da família Hudson à família Balfour. Todos nós sofremos com essa tragédia.

Mas, se ainda o nosso evangelho está encoberto, para os que se perdem está encoberto. Nos quais o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, que é a imagem de Deus. (2 Coríntios 4:3-4)

É nossa oração que o Senhor perdoe o Sr. Balfour desses atos hediondos e traga ao seu coração arrependimento algum dia.”