Idol.News3

"I’m tired of using technology"

Olá pessoal. Queria começar agradecendo as mensagens em português e também em inglês na primeira coluna do Pop-Up. Obrigada mesmo.

Neste nosso segundo encontro pensei falar de Michael Jackson, mas não queria torturar (mais) ninguém (fã ou não) com a morte do cara. Mesmo quem não gosta sabe da importância de MJ para o mundo da música então vamos nos concentrar no legado que ele deixou e acompanhar as notícias sem muito alarme.

No entanto essa história do Jacko me chamou a atenção para o fenômeno do Twitter.

Na quinta-feira, o site recebeu 300 mil mensagens por segundo! Gente… vocês tem noção desta conta?! 300 mil por segundo! Não é atoa que o servidor teve problemas. Nenhum está preparado para essa gama de informações e de uma vez só.

A primeira vez que ouvi falar do Twitter foi em uma revista em 2007. Um colunista chamava atenção para a simplicidade do sistema. Eu só precisava saber inglês para entender os códigos. Cheguei em casa e fiz o meu. Lembro que pensei: “o ser humano é tão carente que precisa avisar a todos o tempo todo o que está fazendo”. Desisti e a conta ficou mofando até 2009, quando aconteceu o boom da coisa.

Foi nesta época que os artistas entraram para o microblog. Zilhões de fãs (também carentes) fizeram suas contas para adicionar os artistas preferidos. Quer algo melhor do que saber DO PRÓPRIO onde ele está, o que está comendo e que horas foi dormir?

Para se ter uma idéia, segundo uma pesquisa da Sysomos Inc, hoje existem 11 milhões e meio de pessoas cadastradas no Twitter, mas 72% aderiram nos primeiros 5 meses de 2009.

É o imediatismo da informação. Você pega seu celular e manda a mensagem! Pronto! A notinha já está para todos verem e em qualquer parte do planeta. Ótima forma de publicidade. A prova cabal é que estes últimos dias o Twitter e o Youtube se tornaram as únicas armas de apoio aos protestos políticos do Irã.

A potencialidade do Twitter já foi percebida pelas grandes mídias. Qualquer veículo de comunicação que se preze tem o seu Twitter e a MTV já elabora um programa onde o seu post no microblog aparece direto na tela da tv e pessoas que nunca se viram trocam informações. Talvez uma tentativa desesperada de prender as pessoas na frente da telinha novamente.

Só que agora a coisa não se restringe a apenas a postar comentários. Temos ferramenta de fotos, videos, jogos e você pode até escrever o que quiser com a fonte do site e salvar. Daqui a pouco vira Orkut e você nem se dará conta.

Mas tudo é modinha. O Orkut já foi bem maior do que é hoje e acredito que o Twitter entre nessa também. A mesma pesquisa da Symomos confirmou que 21% dos usuários nunca fizeram um único post. E quando os artistas e outras personalidades abandonarem o sistema (porque este povo enjoa fácil), os fãs saem em debandada também.

O chato disso tudo é que parece membros do Destiny’s Child. Na hora que você começa a entender e decorar os nomes, trocam tudo. É outra característica do mundo pós-moderno. Nada se cria, tudo se desfaz… e rápido.

Ah e o meu Twitter é o www.twitter.com/amandafaia. Me rendi.

Título da semana:
Ayo Technology (50 Cent)

Escreva para o Pop-Up:
popup@americanidolbrasil.com