Idol.News3

Adam Levine acusa o American Idol de homofobia

Adam Levine acredita que o American Idol reprime a sexualidade dos seus candidatos. Em entrevista para a OUT Magazine, o jurado do The Voice falou abertamente sobre o que pensa do programa concorrente.

“O que sempre me irritou sobre o Idol é a vontade de mascarar, em termos de falar abertamente sobre o assunto. Você não pode ser publicamente gay? Numa competição de canto? Fala sério! Você não pode esconder componentes básicos das vidas das pessoas”, falou à publicação.

Nigel Lythgoe, produtor executivo do American Idol, respondeu às acusações através de uma entrevista ao Entertainment Weekly. “Para ser franco, não entendi porque nós temos que falar sobre quem é e quem não é. Eu não vou ao meu dentista e pergunto: ‘você é gay?'”, disse.

“O que isso tem a ver comigo e com as outras pessoas? Quando a privacidade deixou de ser prioridade? Se alguém quiser dizer que é gay, é uma escolha dele. Não espere que a gente diga. O que isso importa em uma competição de talento? Talvez para o Adam Levine, mas não para nós”, defendeu.