[SPOILER] S09E40 Top 3: Judges’ Choice

E é chegada a hora da tão aguardada volta para casa dos 3 cantores finalistas do American Idol! Como já pudemos acompanhar durante a semana aqui no site, os competidores voltaram para suas cidades natais para fazer shows, dar entrevistas entre outros eventos que também participaram. Além disso, tiveram que escolher uma música de escolha livre e que apresentar uma música escolhida pelos jurados. Como será que se sairam?

Para a penúltima semana, convidamos Adriana Franco, paulista, participante ativa dos chats, essa consultora de sistemas assiste ao programa desde sua primeira temporada, e vem preparada para “falar mal dos concorrentes com propriedade”. Vejamos as opiniões dos nossos jurados nessa semana decisiva.

Casey James – OK, It’s Alright By Me

[media id=619 width=630 height=383]

Felipe – Cara, ele fica muito nessa linha “quero ser John Mayer”, não gosto disso, vá buscar seu nicho! Não foi uma apresentação ruim, mas vamos combinar que a gente tá no Top 3 do American Idol, não em um show do Dave Matthews Band. Tem que fazer MUITO mais pra ir pra final.

Adriana – Casey escolheu uma música blá, fez uma apresentação blá, continua com esse sorriso blá no rosto o tempo todo e parece que não quer ganhar o AI. Então blá, quero dizer, tchau, Casey!

Silvia – É, legalzinha. A batidinha bacaninha, mas chatinha e entediantezinha. Não tem muito o que dizer, além de… amanhã você precisa sair.

Crystal Bowersox – Come To My Window

[media id=620 width=630 height=383]

Felipe – Gostei da apresentação, nada que me faça ficar louco e ouvindo mil vezes como algumas das outras delas me fizeram ouvir. Mas com certeza em outro nível da primeira apresentação. Apesar disso, ainda prefiro a versão do Patrick Hall (AI5).

Adriana – Adorei ver a Crystal voltar às origens dela – violão e gaita. Mas a versão desse clássico da música americana que ela fez não teve nada demais e fez mais do mesmo. O problema é que esse é o Top 3, será que ela não tá dando o devido valor a isso?

Silvia – Já disse que enjoei dela, e nessa altura do campeonato esperava algo brilhante e não foi. Ela cantou bem, foi uma música boa, o estilo dela, como sempre, mas… lembram de “People Get Ready”? Então, algo do tipo. Não curti muito, mas é final pra ela.

Lee DeWyze – Simple Man

[media id=621 width=630 height=383]

Felipe – Mais uma vez, muito bom, mas… só. Ainda acho que ele precisa de muito mais preparo vocal pra poder cantar de um jeito que deixe a gente boqueaberto, porque em estúdio, não duvido que isso vá ficar fantástico. Não que tenha ficado ruim, muito pelo contrário, mas acredito que ninguém tá fazendo valer 100% um lugar na final. Vamos ver se os jurados ajudam.

Adriana – Lógico que o Lee já tá no Top 2 mas eu não conheço a música e ela não mexeu comigo do jeito que eu esperava que mexesse, afinal, isso é Top 3!! Porém devo dizer, a auto-confiança dele, que demorou tanto para aparecer, agora não quer mais largar dele!

Silvia – Vou relevar qualquer problema de afinação hoje. Porque é fato que ele não é tecnicamente perfeito, mas muitos nesse estilo/gênero não são e… são muito comerciais. É assim que vejo Lee. Essa música é bem o nicho, estilo, gênero dele, é isso que tem de gravar. Meu favorito pra ganhar e a 1ª rodada vai pra ele.

Casey James – Daughters (Escolha de Kara e Randy)

[media id=622 width=630 height=383]

Felipe – Ah, mas pelo amor de deus, porque, jesus, PORQUE escolhem John Mayer pra ele? Não estraga música assim! Desafinou a música inteira e nem o solo de guitarra foi perto do que é o original. Lamentável, deveriam ter poupado ele disso.

Adriana – Pobre de mim que ainda tinha a esperança de ser surpreendida pelo Casey. Not this time. Achei karaoke e nada demais mesmo. Gostoso de ouvir mas esquecível. Uma pena.

Silvia – Ok, a música ficou bem na voz dele, foi delicada, suave. Gostei um pouco. Mas quando você compara com o original… milhas de distância, não é algo que você vá se lembrar, e para um Top 3.. memorável é importantissimo.

Crystal Bowersox – Maybe I’m Amazed (Escolha de Ellen)

[media id=623 width=630 height=383]

Felipe – Finalmente alguma coisa com cara de final de American Idol! Pegou a música, cantou bem e INTERPRETOU, que é uma coisa que pouca gente tem feito esse ano, mas é essencial pra se conseguir ir bem nesse programa. Graças a deus ela deixou o violão de lado nessa, ela precisa agora é realmente focar no resto. E conseguiu.

Adriana – WOW! Crystal… WOW! Corajosa de cantar sem instrumentos, andando pelo palco, mostrando o que todo mundo estava esperando pra ver e o melhor, não deixou a desejar ao cantar Sir Paul. Arrasou!

Silvia – Agora sim… É assim que se canta! Gostei das partes da extensão que ela não tinha mostrado antes, muito interessante. Eu adoro essa música (R.I.P., The OC) e ela foi ótima. É manter esse pique pra final.

Lee DeWyze – Hallelujah (Escolha de Simon)

[media id=624 width=630 height=383]

Felipe – Preciso dizer mais alguma coisa? Alelúia! Simon ou quem quer que tenha colocado aquele coral de back, parabéns, escondeu toda e qualquer margem de ser desafinado que ele teria, e o melhor foi é que ele nem desafinou! Melhor apresentação da noite.

Adriana – Bom, Deus e o mundo já fez cover dessa versão do Jeff Buckley e a questão é – você fez isso direito? Bom, Lee colocou sua marca pessoal na música, deu uns gritos roucos e não deixou a desejar. Adoraria ouvir ele cantando isso à capella mas não sei se ele tem balls pra isso. De qualquer forma, eu gostei, o público gostou, a minha timeline no Twitter gostou e até semana que vem, Lee.

Silvia – AMEI, AMEI, AMEI!!! Cara, o que foi isso? O que foi aquele coral de backings? Simon é o cara mais inteligente da história desse programa. Lembram de “First time ever I saw your face” com David Cook? Então… E além do Lee ter sido excelente, ele estava tão lindo que não tirei os olhos dele.
=) Rodada 2 vai para Lee.

TOP 3: Quem foi o melhor da noite?
Casey James
Crystal Bowersox
Lee DeWyze
Ver Resultado
Crie uma Enquete