S09E28 Top 9: Lennon/McCartney Week

O TOP 09 da nona edição do American Idol encarou esta semana o extenso trabalho da dupla que revolucionou a música mundial: John Lennon e Paul McCartney.

Para esta semana convidamos duas pessoas. Ewerton Azevedo é auxiliar administrativo, um dos integrantes da vasta equipe do site Popline, nosso parceiro. O segundo convidado é o Gerente de Publicações e nosso internauta, Rodrigo Santos. Ewerton está vendo American Idol pela primeira vez e Rodrigo acompanha desde a 6ª edição. Além disso, temos os comentários cuidadosos do Felipe e ácidos da Silvia. Como foram as reviews? Senta e aproveita.

Aaron Kelly – “Long and Winding Road”

[media id=519 width=630 height=400]

Felipe: Ai gente, jura que eu tenho que escrever sobre ele de novo? Até quando vou ter que fazer isso? Ele cantou parecendo que tava com diarréia e que tava com muito sono e desidratado, errou quase todas as notas (principalmente a primeira que me fez lacrimejar) e pegou logo a música que o Archuleta cantou. Agora paga o pau e cai na comparação!
Ewerton: Achei a do Aaron voz quase espetacular, porém um pouco perdida. Acho que falta um pouco de identidade. Não me convenceu, talvez em uma próxima apresentação ele use melhor a voz que tem.
Silvia: Cara, o nome da música disse tudo… foi longa! Pra mim ele é muito chatinho, entediante. A comparação com Archuleta para na idade e tamanho, porque… ai, dificil, não rolou clima, fofinho. Não consegui me animar e nem pareceu Beatles.
Rodrigo: Foi chato… to desgostando dele a cada semana, sabia? Achei chato, começou ruim, continuou ruim e fechou a apresentação de maneira ruim. Senti sono e rezei pra que acabasse logo, nunca senti tanta falta do Archuleta no palco do Idol.

Katie Stevens – “Let it Be”

[media id=520 width=630 height=400]

Felipe: Bom, foi uma boa apresentação, mas não sei se ela fez as mudanças adequadas na música, até se ela deveria ter mudado qualquer coisa nela. Cantou muito bem e afinada, mas ainda não foi uma apresentação pra eu parar e me impressionar. Achei semana passada melhor e ela foi para o Bottom, vamos ver essa semana.
Ewerton: Mandou bem, bem afinada. Achei ela fofinha no palco, mas não consegui sentir verdade em sua performance. Mesmo os jurados gostando e um deles achando que essa foi a sua melhor apresentação, acho seu estilo muito clichê.
Silvia: Como Randy diz “cara, quando ouvi que ela cantaria essa música pensei, ‘meu, não sei hein’ ” mas ei… pra mim, o vocal mais consistente que ela já fez. Melhor apresentação dela até hoje, sem dúvida. adorei, mesmo! Finalmente.
Rodrigo: Outra chata, até agora não sei o que essa garota faz ai enquanto temos que engolir aliminações absurdas como Lilly e Didi… Minha avó cantaria essa música com mais energia que ela. As vezes tenho a impressão que ela canta como se estivesse rezando pra acabar a apresentação logo por estar com vontade de fazer o nº2. Só assisti até o final pra ter o que escrever aqui!

Andrew Garcia – “Can’t Buy Me Love”

[media id=521 width=630 height=400]

Felipe: Bom, comparado às primeiras semanas, já é uma melhora. Mas mesmo assim… mais um participante que não consegue me impressionar. Tá mais no estilo dele de fazer esse trabalho voz-violão cantando meio acelerado, com uns gritos ali e outros aqui, mas no todo, fica meio esquecível. Além disso, tinham momentos em que a voz dele era abafada pela música. Precisa melhorar muito, e talvez esteja em perigo nessa semana.
Ewerton: Defino essa apresentação como energética. Sabe conduzir o público e manter o show animado. Mas em termos vocais, achei fraco. Falta um pouco de firmeza ao pôr a voz no microfone, acho que confiança.
Silvia: Hum, legalzinho. No começo achei que ele fosse fazer um arranjo diferente, meio acústico e tal, mas não, ele foi com o original. Foi divertidinho,  mas não foi “NOSSA, olha o cara no Top 9″.  Então… melhora aí, Andrew. Ainda torço por você.
Rodrigo: Sabe quando você vai ao açougue, eles estão anunciando picanha e você compra mas chegando em casa vê que era músculo e não picanha? Pois é, o Andrew é assim pra mim. Vendo ele hoje sinto que comprei gato por lebre quando fiquei encantado por ele no início do programa! Senti uma ligeira melhora das últimas semanas pra esta, mas ainda assim não é nem de longe o Andrew que eu espera ver atuando nas “finais”. Hoje, foi menos ruim que semana passada mas LONGE de me agradar.

Michael Lynche – “Eleanor Rigby”

[media id=522 width=630 height=400]

Felipe: Achei que podia ter sido um pouco menos dramático, mas convenhamos, essa é a marca registrada dele. Esse drama todo de cantar meio choroso, com um soul bem sad e até que funcionou bem legal. Acho que se ele se concentrar mais em cantar sem firulas, uma coisa mais limpa, talvez saia uma das melhores apresentações da temporada.
Ewerton: A primeira apresentação que senti verdade na voz. Vontade, felicidade, prazer em cantar. Além de uma boa afinação e técnica vocal, é visivel sua energia no palco.
Silvia: Adorei, adorei! Esse tom dele me conquistou já… e acho que ele escolhe bem as músicas, vou te contar… Cantou muito bem, gostei da apresentação. Já disse e repito, gosto da consistência dele. Pode não ser O grande, mas no meio desses cantores ‘meia boca’, ele se destaca. E gosto.
Rodrigo: Sabe quando o Ryan anuncia aquele participante e você pensa “Putz, esse cara? Que saco.”? Sou assim com o Mike! Ele é um ótimo cantor, mas acho ele chato e comum demais, e eu não acho que para ser o Idol da América precise ser “somente” um bom cantor, ele não tem o pacote necessário. Não gostei da apresentação porque posso visualizar N cantores do mesmo estilo que ele que podem fazer melhor. Queria que ele fizesse algo diferente, mas quando vejo ele se apresentando sempre tenho a impressão de “eu não vi isso semana passada?”. Resumindo: Cook, mostra pra ele como se faz.

Crystal Bowersox – “Come Together”

[media id=523 width=630 height=400]

Felipe: Essa mulher consegue se adaptar a qualquer estilo! Não é possível! Apresentação muito bem controlada, pra variar, e a versão dela da música foi modificada o suficiente pra caber igual uma luva no estilo que a Crystal mais sabe arrasar. Não foi a melhor apresentação dela, mas foi uma das mais fortes!
Ewerton: Cantou bem, e manteve a afinação em 90% da música. Mas eu particularmente acho sua voz chata e enjoativa. Resumindo, eu não pagaria para assistir um show inteiro com essa voz de buzina com defeitos em meus ouvidos.
Silvia: Ok, ela sempre é boa. Mas não curti muito. Não sei, alguma coisa não ficou legal. Todo ano alguém canta essa música e é inevitável comparar. Não achei a melhor dela. Mas é, foi boa, melhor que uns que já cantaram e cantarão.
Rodrigo: Sem dúvida alguma a cantora com C maiúsculo da temporada! Amo essa música, e a interpretação da Crystal foi F$@&%!!! Só não gosto dessa coisa de ficar dando olhadinhas pro violão enquanto canta, as vezes parecia que ela meio que se perdia entre o microfone e o violão… Mas nada que tenha força o suficiente pra tirar o mérito da apresentação, Crystal é Crystal, e isso dispensa maiores comentários! LOVE HER!

Tim Urban – “All My Loving”

[media id=524 width=630 height=400]

Felipe: Nossa, ele daria um bom cover dos Beatles. E foi exatamente isso a apresentação, um cover bem feito. É o estilo dele, essa coisa meio britânica da década de 60, então não tinha semana melhor pra ele. Mas talvez por isso, perca um pouco do fator novidade e acabe não lembrado pelo público da hora de votar. Tomara.
Ewerton: Beleza e talento são presentes no Tim. Bem intonado e interativo no palco também. Sabe subir e descer os tons sem perder a afinação. Gostei.
Silvia: Tim é meu favorito, foi o melhor da noite, adorei os vocais, o arranjo. Tudo. Perfeito….. ha. 1º de abril atrasado. =p Não, mudei o foco, quem sabe assim ele saia. Mas aí, vou me divertir com o quê? Deprimi. :( FICA TIM! FICA!
Rodrigo: Demorou pra acabar né? Pois é, esse é o Tim… o participante que tem o dom de fazer uma apresentação de poucos minutos durar uma eternidade. Me senti andando em círculo durante a arepsentação, foi muito igual a música toda! Aliás, ele é igual toda semana, como consegue? Não foi a pior apresentação dele, mas o que esse cara faz ai?

Casey James – “Jealous Guy”

[media id=525 width=630 height=400]

Felipe: Não gostei. Mais uma vez, foi genérico como sempre. Convenhamos que ele só entrou nesse Top 12 pra encher linguiça, tem pessoas que já sairam (e provavelmente que ainda vão sair) que são bem melhores que ele. Ele tá lá por ser esse Constantine loiro, com o apelo do charme. Apresentação bastante chata e com pouco trabalho vocal. Bottom, por favor.
Ewerton: Não gostei de sua técnica vocal, não gostei de seu estilo musical nessa apresentação, não me emocionou. Ele pode até ter uma boa voz, mas não achei essa uma feliz perfomance.
Silvia: Me identifiquei com a risada. E com o cabelo. haha Gostei bastante, foi doce, sensível…  A segunda metade foi melhor que a primeira, alguns pontos desafinados, mas dá pra deixar passar. Uma apresentação bonita, e a voz dele está me conquistando.
Rodrigo: Gosto dele… levando em conta o nível que temos esse ano ele não é dos piores. Adoro o timbre dele, mas gosto dele fazendo apresentações mais pra cima… o início da música me deu sono. Fiquei com sono até começar a gritaria, adoro ele gritando. Tirando o começo sonolento, a apresentação foi boa, gostei dele essa noite. Não foi a melhor performance da noite MESMO (na minha opinião), mas está figurando entre as melhores.

Siobhan Magnus – “Across the Universe”

[media id=526 width=630 height=400]

Felipe: Mais uma apresentação excelente! Que bom que não foi mais uma música que ela berrasse, pois senão isso viraria uma constância chata e perderia a singularidade de algumas apresentações. Música muito intimista, bem cantada e versão bem diferentona, a cara da Siobhan. E somado ao discursinho depois, deve ter garantido mais várias semanas pra ela no programa.
Ewerton: Emocionante é a definição para sua apresentação. Que voz é essa?! Cheia de técnicas e falsetes que me levaram a loucura. Sua postura no palco também é de se elogiar, mesmo me parecendo estar um pouco nervosa. Arrasou.
Silvia: Gostei que ela se arriscou e não gritou como nas outras semanas, e escolheu uma música mais suave, calminha. Não sei se foi a melhor da noite, mas foi muito bonita, de extremo bom gosto, e o vocal foi muito bom. Boa, Siobhan! :)
Rodrigo: AMO essa música! Já ouvi belíssimas interpretações dela e a Siobhan não fez feio! Adorei a coisa calma, contida… teve um grito ali mas achei bem colocado e nada que fugisse do contexto. Mais uma apresentação pra figurar entre as melhores da noite. Alguns escorregões na afinação, mas nada que possa fazer com que eu não goste da apresentação. Adoro a Siobhan e espero vê-la por várias semanas ainda!

Lee Dwyze – “Hey Jude”

[media id=527 width=630 height=400]

Felipe: Melhor da noite, de novo! Mesmo menos constante vocalmente, a confiança que ele tá desenvolvendo ajuda demais na apresentação dele. Ele conseguiu sair da posição de cantor de rock genérico com voz rasgada pra um roqueiro com bastante personalidade e distinção. Só tiraria essa gaita de fole que atrapalhou a música, mas de resto, muito bom!
Ewerton: No melhor estilo rouca, a voz do Lee fascina. Outro participante que canta com vontade, por paixão a música. Só não senti muita presença de palco, mas as qualidades ultrapassam isso. Eu dou sinal verde a ele.
Silvia: Owwn. Timbre dele *__* Gostei demais dessa escolha, não foi óbvia, porque não me lembro de já ter sido cantada. Queria algo mais rock dele, mas foi ótima. É, a gaita de foles poderia não ter sido usada, ficou estranho. Observação: Gaita de foles e o carinha são Escoceses. Eles desceram na escada verde, que me lembrou Saint Patrick, que era Irlandês. Enquanto Lee cantava uma música de Britânicos. Fiquei confusa. :S
Rodrigo: Adoro o Lee, essa coisa rasgada no timbre dele me atrai MUITO! Mas tenho a impressão que justamente esse rasgado na voz faz ele dar umas escorregadas por não segurar a afinação. Adorei a gaita de foles no meio do palco!!! Lee é consistente, não é meu favorito mas vejo que é um dos participantes que mais longe pode chegar na competição (correndo o risco inclusive de vencer). Talvez a terceira melhor apresentação da noite. Gostei bastante.

Para nossos comentaristas…
Melhor da noite: Crystal (Rodrigo), Michael (Silvia), Siobhan (Ewerton) e Lee (Felipe)
Bottom 3 (mais votados):  Tim (3 votos), Aaron (3 votos), Andrew (2 votos) e Casey (2 votos)

TOP 9: Lennon/McCartney – Quem foi o melhor?
Aaron Kelly
Katie Stevens
Andrew Garcia
Michael Lynche
Crystal Bowersox
Tim Urban
Casey James
Siobhan Magnus
Lee DeWyze
Ver Resultado
Crie uma Enquete