S09E24 Top 11: Billboard #1’s Hits Week

Com uma mudança no meio da semana, o tema do TOP 11 passou de músicas cantadas por ídolos teen à canções que atingiram o primeiro lugar na parada mais famosa do mundo, a da Revista Billboard. Para ajudar aos candidatos, uma das queridinhas da Disney, Miley Cyrus, foi convidada como mentora da semana. Esta semana é muito importante. Quem sobreviver está automaticamente na turnê da nona temporada.

Semana passada nós estreamos nossas reviews. E esta semana além do Felipe e da Silvia, que vocês já conhecem, trouxemos a psicóloga Juliana Noronha, fã do programa desde a segunda temporada e uma das fundadoras do fórum Fora de Séries, sobre cinema e seriados..

Lee DeWyze – “The Letter”
[media id=485 width=630 height=344]

Felipe: O Rogério Flausino… digo, Lee foi muito bom, mais uma vez! Achei a primeira parte da música meio chata, mas conseguiu ficar muito boa a versão no final. Ele cantou sem desafinar tanto igual nas outras vezes e mostrou bem mais confiança no palco. Totalmente safe essa semana, embora sendo o primeiro a cantar.
Juliana: Não gostei muito da opção dele. Com tanta música? E eu sei que Michael Johns e Carly gravaram juntos essa música, não tem muito tempo, mas estranhei. Mas, gostei do arranjo meio Blues e adorei a banda no palco com ele. O pessoal com sax, backing vocals, menos karaokê e mais superstar. Lee está tentando se soltar mais. Foi bem. A+. Sou fã da voz dele.
Silvia: Cara, gostei da escolha e do arranjo, apesar de gostar dele cantando músicas mais rock! O timbre dele é muito agradável e é muito bom vê-lo evoluir e não desafinar como no começo. =) Um dos meus favoritos.

Paige Miles – “Agaist All Odds”
[media id=486 width=630 height=344]

Felipe: Ok, ela foi absurdamente mal. Isso dava uma bad audition legal, daquelas de reprisar na final. Ela é legal e inegavelmente tem potencial, mas não conseguiu demonstrar isso o suficiente até agora. É, acho que é adeus, Paige.
Juliana: Outra música antiga, batida. Paige nem devia ser nascida quando o Phil Collins lançou ela. E nem vem me dizer que é a versão da Mariah! Rs. Começou acelerado, totalmente fora de ritmo. Quando soltou mais a voz, melhorou, mas confesso que não sou fã e, apesar de achar que ela tem uma ótima voz, não gosto do seu estilo. E não foi bom…deu tudo errado.
Silva: Nota 1: Com lariginte ela desafinou menos. Nota 2: Boring. Nota 3: Você.não.vai.tour.bjos.

Tim Urban – “Crazy Little Thing Called Love”
[media id=487 width=630 height=344]

Felipe: Desde a primeira apresentação, ele definitivamente melhorou muito. Tentou mostrar um pouco mais de personalidade, mas pareceu mais um robô vindo da cidade de Teen Idols da Disney, com essa coisa totalmente genérica e uma versão da música ligeiramente mais rápida que a original. Em uma palavra: chato.
Juliana: Impossível não comparar com Taylor Hicks (vencedor da 5ª temporada). E o meu ponto vai pro Taylor, que arrasou dançando e cantando. Tim não está preparado. E de novo, escolha estranha. Ainda não sei que tipo de cd Tim quer gravar. Seu público é de adolescentes com certeza, então essa música não foi a escolha certa. Pra mim, ele estava num karaokê com os seus amigos se divertindo e não lutando pelo Idol Tour.
Silvia: OMG! Miley+Tim+Queen=Fuja para as montanhas… (opa, Miley, escalada, montanha…) A batida (sem a voz) foi legal né? Ele vai ficar, pq a Paige vai sair, mas tipo, r.u.i.m. hein? Sem mais.

Aaron Kelly – “I Don’t Wanna Miss a Thing”
[media id=488 width=630 height=344]

Felipe: Ele tava resfriado? Foi bastante desafinado e não gostei da voz dele at all nessa música. Não entendo isso das pessoas ficarem super valorizando ele, muito menos ficar comparando com o Archuleta. Coitado do Archuleta. Foi chato, desafinado e brega.
Juliana: Primeira escolha que eu entendo, atual, banda popular, mas a música é muito forte pra ele. Sua voz não foi feita (ainda pelo menos) pra ela. Desafinou. Ok, ele tá doente e vai ganhar os “pity votes” que a Paige ganhou semana passada. Não sou fã e não consigo entender porque os jurados gostam tanto dele.
Silvia: Opa, ele errou numa frase importante!? Medo! haha Não consigo ver emoção, gente. É tão… ‘olha, essa música é bonita. huum, acabou? que bom!” Não entendo todo o falatório, sorry. Archuleta versão 2010 não me empolga. =P

Crystal Bowersox – “Bobby McGee”
[media id=489 width=630 height=344]

Felipe: Finalmente alguém verdadeiramente bom depois desses últimos 3 desastres!! Embora eu ache a música meio chatinha, ela cantou super bem, e a parte do final rápida foi incrível.
Juliana: Agora sim!!! Crystal Rocks. Não conheço a música, mas é totalmente o estilo dela. E a voz? Nem precisa atingir as high notes que a Miley quer. Crystal não precisa disso. Hoje ela estava a vontade, feliz. Amei! E o visual? Perfeito.
Silvia: Ela penteou o cabelo! Iei! Assim, adoro os arranjos dela, ficou muito legal mesmo. Só me incomoda ela fazer mais “yeahhh” “ohhh” do que cantar frases longas. E, ela pode mudar um pouco, não tocar violão, ou tocar num banquinho, na beirada do palco… Só isso, mas tipo, arrasa hein. Outra favorita.

Michael Lynche – “When a Man Loves a Woman”
[media id=490 width=630 height=344]

Felipe: Ok, esse mesmo falsete em todas as músicas não tá mais colando. Parece que ele canta a mesma música há 3 semanas, e isso tá começando a cansar. Ele tem que começar a mostrar outras faces dele, senão vai cair na mesmisse e sair da cabeça das pessoas.
Juliana: Mais uma vez gostei da orquestra no palco. Big Mike sabe escolher suas músicas, apesar de achar que esta semana ele não quis correr riscos. Top 10 é o que importa. E sim, ele sabe interpretar esse tipo de música muito bem. Não é a minha versão favorita de “When a Man Loves a Woman”, mas gostei.
Silvia: Owwwn. Big Mike, big heart. Adoro a combinação Mike+R&B. Pode ter sido safe, mas foi muito boa vocalmente, gostei. (Eles gostaram mais do Aaron? Ai, vou ali pegar uns cotonetes pra mim.)

Andrew Garcia – “I Heard it Through the Grapevine”
[media id=491 width=630 height=344]

Felipe: Ele ainda não entendeu que a vibe dele não é essa? Ele foi consagrado por pegar as músicas e reinventar elas, e vem e faz uma versão totalmente igual à original da música? Ele tá precisando de um “wake up call” pra ontem, tem que se encontrar pra mostrar realmente o que pode oferecer pro programa. Foi afinadinho e tal, mas pelo amor de Deus, coisa mais chata impossível.
Juliana: Ai ai, you had me at “Straight Up”, mas tá difícil continuar gostando do Andrew. Adorei a música, a versão, mas a voz não tava boa, seus vocals não se encaixaram. Ele tentou inovar, mudar, mas não deu certo. :(
Silvia: Não gostei da nota baixa em “grapevaaaaine” (tá, nem das outras). (Meio) Interessante ele pra lá e pra cá no palco e talz. Mas… :( fiquei querendo gostar, mas não ficou bom, não mesmo. Está perdidinho e acaba comigo.

Katie Stevens – “Big Girls Don’t Cry”
[media id=492 width=630 height=344]

Felipe: Essa pelo menos sabe pegar o que dá pra pescar de construtivo dos jurados e mandou bem. Depois de semanas de escolhas ruins, essas últimas duas vieram pra mostrar que realmente ela possa ir longe na competição. Fez uma apresentação bastante boa e no estilo dela, tomara que continue assim.
Juliana: Apesar de eu não ser fã da Fergie, gostei da escolha. Uma música jovem, atual. Katie se soltou mais, se sentiu mais a vontade no palco, o que é bom. Desafinou aqui e ali, mas gostei. Não foi a minha preferida dela, mas foi boa. Continuo fã!
Silvia: “Kara: Ela está sorrindo numa música em que está terminando um relacionamento? E ela não foi tecnicamente perfeita.” Mas ela precisa de músicas mais jovens, mesmo, foi bem melhor. É que a música já não é lá essas coisas pra vocais. :)

Casey James – “Power of Lover”
[media id=493 width=630 height=344]

Felipe: Primeira semana dele que eu gosto da escolha e de como ele cantou a música. Embora tenha tido alguns problemas de não alcançar as notas certas, foi totalmente o que ele deveria tar cantando. Precisa só de um pouco mais de personalidade pra finalmente sair desse casulo dele.
Juliana: Impressionante como a voz do Casey se encaixou perfeitamente com a música. Vocal perfeito, guitarra perfeita, apresentação um pouco travada. Achei que ele foi andar pelo palco tocando. Mas ele resolveu focar mais nos vocais. Sou fã, não vou negar. Mas não posso dizer que amei. Mas gostei muito, muito muito! :D Ele tem potencial.
Silvia: Tem alguma coisa errada, porque gostei. haha Ficou legal o arranjo e os vocais dele tb, apesar de não conhecer a música. Talvez seja porque a noite em geral tenha sido ruim. Mas foi okay.

Didi Benami – “You’re No Good”
[media id=494 width=630 height=344]

Felipe: Gostei bastante da versão dela. Mais uma vez deixando o violão de lado e jogando a responsabilidade na voz, mostrando uma versão mais hard rock dela. Mas semana passada deu um pouco mais certo, embora a apresentação tenha sido boa, considerando as anteriores.
Juliana: Primeiro eu tenho que falar que amo a voz da Didi. Apesar dela ter escolhido uma música antiga, achei a versão contemporânea, que se encaixa muito bem com o seu estilo. O que eu não gostei foi da “atuação” no palco, dançando, flertando…não era ela. Não precisava.
Silvia: ADORANDO o crescente da Didi. Achei a música ótima pra voz dela e diferente das primeiras que cantou. (Ahhh não, vou ficar sócia da J&J, pq tô ouvindo tudo diferente dos jurados…) Eu gostei, e acho que em estúdio vai ficar melhor ainda.

Siobhan Magnus – “Superstition”
[media id=495 width=630 height=344]

Felipe: Embora tenha sido a melhor da noite, ainda assim esperava mais dela. A apresentação da Hollywood Week me pareceu bem melhor que essa, embora só consigamos ver poucos segundos dela. O cabelo dela parecia que ela tinha perdido uma luta com a navalha e o grito final foi muito desesperado. Tomara que ela perceba que de vez em quando, menos é mais.
Juliana: Pimp spot pra ela. Não me surpreende. Ela é a versão feminina do Adam Lambert. Sioghan sabe cantar…e como. Mas, detestei a escolha da música e não gostei do arranjo. A roupa a lá anos 80? Não ficou legal. E o grito no final? Acho ela ótima, mas já cansou. Canta um pouquinho e grita ( super afinada) no final. Já deu. Pelo menos pra mim.
Silvia: Superstition=Grito. É o seguinte: Os gritos, não são necessários sempre, linda. Sério. Mas assim, oi? Ela foi ótima! Muito boa a escolha, a apresentação, os vocais.

Para nossos convidados:
Melhor da noite: Crystal (2 votos) e Siobhan (1 voto)
Bottom: Paige e Tim (3 votos cada); Andrew (2 votos) e Aaron (1 voto)

TOP 11: Billboard #1’s Hits Week – Quem foi o melhor?
Lee DeWyze
Paige Miles
Tim Urban
Aaron Kelly
Crystal Bowersox
Michael Lynche
Andrew Garcia
Katie Stevens
Didi Benami
Casey James
Siobhan Magnus
Ver Resultado
Crie uma Enquete

Nesta quarta-feira, o show dos resultados vai contar com performances de Miley Cyrus e um dueto do Joe Jonas com Demi Lovato. O programa começa mais tarde, ás 22h (horário de Brasília).