S09E22 Top 12: Rolling Stones Week

A competição começa a ficar séria. O palco fica maior, os espectadores presentes no estúdio, os temas e a responsabilidade. A partir de agora homens e mulheres competem pelo mesmo objetivo: ser o American Idol da 9ª edição. E o início do caminho não poderia ser mais desafiador. Os Idols tiveram que escolher músicas de uma das maiores bandas de rock de todos os tempos, os Rolling Stones.

Para ajudar vocês durante as apresentações, o American Idol Brasil convidou três pessoas com gostos diferentes para avaliarem as performances. Se você é bem atento ao site já sabe que Felipe Ferreira (conhecido como Aipo) é estudante, faz parte da nossa equipe e é participante assíduo das comunidades sobre o American Idol no Orkut sendo, inclusive, moderador da maior delas. Fabiana Pellegrino é produtora editorial e uma das fundadoras do fórum Fora de Séries, sobre cinema e seriados. Para finalizar, Silvia Santos é design de interiores e é uma das responsáveis pelo IdolSubs (equipe que fornece as legendas exclusivas do AI para o Brasil). Todos os três acompanham o programa desde a segunda temporada. Na próxima semana você poderá ser convidado para participar também. Iremos escolher membros assíduos do site ou twitter.

Michael Lynche – Miss You

[media id=466 width=630 height=344]

Felipe: Achei uma boa apresentação, mas nada demais. As firulas que ele fez na música ficaram mais legais do que a música em sí, e eu acho que com ele isso é uma constância, os falsetes, os gritinhos. Mas mesmo assim deu uma boa abertura pro programa, mas nada que eu vá voltar e me lembrar mais tarde.
Fabi: Começou bem! Transformou a música com um arranjo R&B, se movimentou legal no palco. Não foi uma grande apresentação como a da semana passada, mas é o suficiente para mantê-lo na competição. 3/5
Silvia: Gostei, em geral. Achei que ele usou bem a voz, que é ótima, e escolheu uma música que não tirasse a caracteristica (pra mim, R&B) dos seus vocais. Não se compara à da semana passada, mas foi bem.

Didi Benami – Play With Fire

[media id=467 width=630 height=344]

Felipe: Mais uma vez, uma ótima apresentação, mas dessa vez com méritos bem diferentes. Deixou o violão de lado e foi só com a voz, e finalmente mostrou o que realmente pode fazer em termos vocais, que foi absurdamente bom. Ótima escolha de música e bem apropriada pra mostrar pra que veio no Top 12.
Fabi: A Didi me lembra tanto a Brooke White [participante da 7ª temporada], estilo, voz, até fisicamente… Tanto que nunca entendi o porquê de tanto buzz em cima dela. Desta vez, consegui ver brilho em sua apresentação. Escolheu uma música mais dark, teve postura rock n’roll no palco, se reinventou. Muito bem, Didi! 4/5
Silvia: Gostei muito. Pra mim, foi a primeira música que ela escolheu bem. Conseguiu colocar seu estilo, ficou interessante e pra mim é isso o que deve ser feito. Imprimir sua marca em qq estilo.

Casey James – It’s All Over Now

[media id=468 width=630 height=344]

Felipe: Acho que o que acontece com ele é uma coisa meio “síndrome Constantine” [participante da 4ª temporada e um dos primeiros rockers a terem destaque no programa], a voz dele não é muito boa, mas como tem um lado meio charmoso, acaba conseguindo mais mérito do que merece. Ele canta bem (ish), mas mesmo assim não consegue fazer uma apresentação sem desafinar ou escorregar em alguma coisa.
Fabi: Girls, it’s Casey! A voz dele me lembra a do Bo Bice. Sim, ando tendo vários deja vu essa temporada. Fazia tempo que eu esperava ouvir uma música mais “bluesy” dele, desde “I Don’t Need No Doctor” no Hollywood Week. Apresentação sólida, mas pra mim ele tocou melhor do que cantou… Só uma dica, Casey: prende esse cabelo! Hahahaha! 3/5
Silvia: Hum. Casey sobe e desce no meu gosto. Não sei, ficou um gostinho country (até imaginei um chapéu de cowboy nele), perdi o ‘rock’ da música. Não curti, e ainda não entendo todo o falatório em cima dele.

Lacey Brown – Ruby Tuesday

[media id=469 width=630 height=344]

Felipe: Eu não aguento mais essa vibe Cindy Lauper que ela tá seguindo, a menina parece ter 80 anos de idade com toda aquela maquiagem bizarra e isso não favorece nada. Essa música parece muito com tudo o que ela já cantou no programa, e eu acho que ela vai ser sempre assim, manter o mesmo tom e nunca impressionar mais. E vamos combinar, Lacey, duas semanas sentando no palco? Mais originalidade!
Fabi: O começou foi meio Zzzzzzz… No final ela até se recuperou, mas já tinha passado o momento. E o brinco dela! OMG, eu quero um! [/Paula]
Silvia: Ai ai… o que ela ainda faz aqui? Engraçado, tem alguns pontos da voz dela que gosto, mas em geral… não tem algo atraente, surpreendente… Como o tom da Didi que é bem agradável. Não sentirei falta. :)

Andrew Garcia – Gimme Shelter

[media id=470 width=630 height=344]

Felipe: Isso não deu NADA certo. Bastante desafinado e nada interessante, não lembra nem vagamente o Andrew que a gente conheceu na audition e na hollywood week, fica caindo nessa mesmice e acaba perdendo a essência do timbre diferente dele. Espero que ele consiga melhorar, porque agora tá sofrível.
Fabi: Ele foi um dos meus primeiros favoritos, mas desde o top 24 ele me parece perdido com as críticas dos jurados. Desta vez, ele não fez nenhuma versão acústica, cantou como ela é para mostrar o que interessa: sua voz. Mas infelizmente não teve o mesmo brilho da criatividade que eu sempre espero. Estou com o Simon nessa: eu espero de verdade que ele sobreviva mais uma semana.
Silvia: Vou copiar o Randy “you know I love you, right?”. Amo a voz dele, mas sinto que ele está meio perdido com o que deve fazer. Não curti a música, em algumas partes o vocal foi aquele que amo, e não dá pra fazer acústico toda semana, mas… oh Andrew. :(

Katie Stevens – Wild Horses

[media id=471 width=630 height=344]

Felipe: Finalmente ela mostrou pro que veio! Escolheu uma música que ela pode mostrar a voz que ela tem e cantou bem, que todos sabíamos que ela podia fazer mas nunca fez desde os Live Shows. Vamos ver se agora ela desbanca.
Fabi: Katie, essa é minha música favorita dos Rolling Stones. Cuida bem dela! Para falar a verdade, quando eu li o tema, pensei que Katie podia se dar bem com essa música e até torci para isso. Desta vez, ela se vestiu de meninha, arranjo mais melódico (lembrou a versão de Alicia Keys)… A melhor apresentação dela até agora! 4/5
Silvia: Sou a única a sentir uma vibe Katharine MchPhee nela? Ela tem uma voz linda, mas realmente escolhe músicas meio velhas pra ela. Mas achei que cantou bem, a música caiu bem na voz dela. Mas não faz meu estilo, não me animou.

Tim Urban – Under My Thumb

[media id=472 width=630 height=344]

Felipe: Mais uma vez, ele foi mediano como sempre. O timbre de voz dele é até legalzinho, mas ele insiste em ficar fazendo essa mesma vibe sempre, e vai chegar uma hora que vai cansar se ele não inovar. Pode estar em perigo se não sair outra foto dele sem camisa na internet.
Fabi: Rolling Stones reggae version! Isso me lembrou a versão country de “8 Days a Week” de KLC. Sacrilégio! Hahahaha! “A for effort”? Not so much. Ainda bem que teve gente pior que o Andrew, já estava ficando preocupada… 1/5
Silvia: Pera, ele disse que se divertiu? Como? Quase dormi. =/ Sério que ele ficou e o Alex saiu? Entendiante, sonolenta, musiquinha de luau, com aquele amigo que acha que sabe cantar e não empresta o violão pra ninguém. Aguento a Lacey, tchau Tim.

Siobhan Magnus – Paint It, Black

[media id=473 width=630 height=344]

Felipe: Absuuuuuuuuurdamente bom! Agora sim eu sinto que eu tou vendo American Idol, tava faltando aquele wow factor que sempre tinha nas outras temporadas em alguém, e só consigo ver isso nela e na Crystal esse ano. Parabéns, Siobhan, pode ter salvado a noite!
Fabi: Ela começou meio que cantando pra dentro, com um tom muito mais baixo do que estava esperando. Comecei a rezar pra menina soltar o vozeirão de uma vez, pois essa música pede energia! Mas ela guardou tudo para alcançar o agudo a la Adam Lambert no final. Ok, essa ganha o prêmio de apresentação mais estranha da noite. Mas já é alguma coisa, né? 3/5
Silvia: Que linda! Adorei o cabelo, a roupa, tudo. Escolheu super bem, cantou super bem, arrasou! mesmo! Pra mim a melhor até agora. Tipo, pessoal, é assim que se compete! Estilo, competência e elegância. Quem é meio estranha hein? haha

Lee DeWyze – Beast of Burden

[media id=474 width=630 height=344]

Felipe: Ele tem uma diferença muito grande dos outros cantores masculinos, que é ter personalidade na voz e na interpretação. Ele essencialmente não é muito diferente do Casey, mas ele consegue cantar muito melhor e fazer uma apresentação igual a essa, que tenha a cara dele e seja uma versão muito pessoal da música. Muito bom!
Fabi: Voltando ao deja vu, eu sempre achei que Lee fosse a mistura de Chris Daughtry com David Cook, mas ele tem usado mais o tom acústico do violão e tem provado o contrário. Gostei do arranjo meio “David Matthews Band”, funcionou, mas ao mesmo tempo não o destacou em uma noite onde ele deveria mostrar sua veia rock. 3/5
Silvia: A cada semana gosto mais dele. Ele nem desafinou hoje (pelo menos não ouvi). Super gostei da música, do arranjo, ouvirei várias vezes. Ele tem um rouco lindo na voz e tem potencial pra ser grande. Quero ver o que fará semana que vem. :)

Paige Miles – Honky Tonk Women

[media id=475 width=630 height=344]

Felipe: Nossa, que melhora! Se ela tá com laringite, ela deve continuar com laringite pra sempre! Eu sempre gostei dela, mas ela nessa apresentação mostrou que tá progredindo em saber o que explorar da voz que ela tem e tá bem mais segura no palco. Espero que ela chegue no ponto em que o Simon promete há tanto tempo que ela pode chegar.
Fabi: A menina que todo mundo achava que sairia semana passada… está de volta! Ela avisou no facebook que estava doente e deu para perceber que ela estava meio rouca, mas isso não atrapalhou sua apresentação. A menina canta muito e seu tom fica perfeito para cantar rock. Legal, Paige! 3/5
Silvia: Já podemos virar a ‘página’? Tá, foi sem graça. Lá no fundo ela tem uma voz ótima. Mas falta tanta coisa, brilho, presença… Ela não empolga. Queria ouvir a ‘melhor voz de todas as garotas’ que tanto dizem, até agora… nada.

Aaron Kelly – Angie

[media id=477 width=630 height=344]

Felipe: Ele me lembra aquelas crianças-prodígio de programa de calouros com limite de idade de 8 anos. Simplesmente não consigo gostar dele, não vejo nenhuma relevância, além de não ter mudado nada da música, foi bastante genérico e sem graça. Não tem personalidade e nada, é totalmente insoso. Infelizmente não deve sair, mas foi o pior da noite junto com o Tim.
Fabi: Quando perguntaram qual era o nome do vocalista do Rolling Stones, ele não sabia. Tadeeenho! O que eu acho mais legal no Aaron é que ele, mesmo novinho, já tem um estilo definido: country. Música perfeita para ele. Ok, eu tenho uma queda pelos Galinhos [referência a Kevin Covais, apelidado de Chicken Little na 5ª temporada].  3/5
Silvia: Acabou? Me distraí. hahaha Chatinho. Simon definiu pra mim “cantou dento de suas limitações” e deixou a música do seu jeito. Mas uh… Então tá. Agora, ele melhor, junto com Siobhan? Oi?

Crystal Bowersox – You Can’t Always Get What You Want

[media id=476 width=630 height=344]

Felipe: Taí, vamos deixar o melhor pro final mesmo! Fica chato falar bem dela toda semana, mas não dá pra não falar. Isso sim é já estar pronta, ser uma artista definida e fazer a música caber totalmente no seu perfil musical. Achei uma vibe bastante Joss Stone dessa música, e ela faz isso muito bem! Não sei se vai ter o grande momento marcante que um pimp spot precisa, mas sinceramente, ela nem precisa disso.
Fabi: Ok, agora sim! Talvez eu esteja sendo tendenciosa aqui (porque simplesmente adoro ela!), mas Crystal está em um outro nível. É uma profissional! Hoje sua semelhança com Janis Joplin ficou mais clara para mim, principalmente pelo tom bluesy/gospel da versão. Gostei que ela entrou caminhando no palco, deu mobilidade à performance.  Para mim, a melhor da noite.  Não consigo mais ouvir essa música sem pensar em Glee! 5/5
Silvia: Gostei bastante, principalmente da segunda parte. Foi bem a cara dela, a música é bem conhecida (e fresca na memória pra quem viu Glee). Ela parece estar se soltando. (o que se passa com os dentes dela? me incomodam =/) Falando sobre o programa de hoje no geral: temas de grandes nomes ou dão muito certo ou muito errado. Eu diria que não deu certo. E, a propósito, Rolling Stones uma das maiores bandas de Rock de todos os tempos. Onde esteve o Rock? Só uma observação.

Para os convidados:
Melhores da noite – Crystal (Fabi), Didi (Felipe) e Siobhan (Silvia)
Bottom –  Lacey e Tim (unanimidade entre os jurados)

TOP 12: Rolling Stones Week – Quem foi o melhor?
Michael Lynche
Didi Benami
Casey James
Lacey Brown
Andrew Garcia
Katie Stevens
Tim Urban
Siobhan Magnus
Lee DeWyze
Paige Miles
Aaron Kelly
Crystal Bowersox
Ver Resultado
Crie uma Enquete

O resultado do TOP 12, como de praxe, será revelado nesta quarta-feira (16) com apresentações ao vivo de David Cook, fazendo um tributo aos Rolling Stones, Ke$ha com “Blah Blah Blah” e Orianthi com “According To You”. O episódio começa às 22h (horário de Brasília).