[SPOILER] American Idol: S10E18 – Top 12 Performances

Finalmente, chegamos ao Top 12, no primeiro live show da temporada, onde mais uma vez os participantes cantarão músicas seguindo um tema. E o tema dessa semana é Músicas do ano que você nasceu, o nome sendo auto-explicativo quanto a restrição da semana.

Essa semana, devido às catástrofes do Japão, foi anunciado que todo o arrecadamento com os downloads das versões das músicas no iTunes será destinado para um fundo de ajuda aos japoneses.

Confiram conosco as apresentações, vídeos, links e as opiniões de nossos jurados sobre as apresentações. Além de nosso jurado de sempre, Felipe nos acompanha de novo hoje Amanda, comentarista amada entre todos tanto daqui quanto os ouvintes acirrados do AIPOD. Ainda conosco, a paulista Atalija, fã do programa e do site, que assiste ao American Idol desde a terceira temporada. Mas você também não se acanhe, comente também nos comentários!

Naima Adedapo – What’s Love Got To Do (Tina Turner)

[media id=1004 width=630 height=380]

Felipe: Naima abriu o programa, mas achei bastante desafinado, embora o arranjo tenha sido bem interessante. Ela tem que aprender a ficar mais tempo pensando em controle do que na apresentação, porque já é a segunda semana seguida. Não dá pra em programa de canto ficar desafinando, né? Ainda gosto dela, mas tá ficando difícil.

Amanda: O arranjo foi modificado mais uma vez para modernizar a faixa, mas Naima quase me fez dormir no início da apresentação. Muito lenta, sem a energia que a música pede. Depois do refrão engatou, mas gostei mais da mamãe dela do que da performance da filha em si. E não guento mais ver os candidatos terminarem as músicas lá em cima, berrando, na tentativa de mostrar poderio vocal, mas não precisa isso toda semana. Fora que desafinou em algumas partes.

Atalija: Olha, amei a Naima semana passada. Sério, foi a única performance que eu voltei e vi de novo e de novo, Rihanna deve ter ficado orgulhosa pela originalidade. Mas essa semana Tina Turner deve ter batido a cabeça na parede 20 vezes. A voz da Naima é bonita, mas tem ZERO consistência. Num tem uma nota que se sustente! Muito cedo pra dizer bottom 3?

Paul McDonald – I Guess That’s Why They Call It The Blues (Elton John)

[media id=1005 width=630 height=380]

Felipe: McFish tá escolhendo MUITO mal as músicas essas semanas, porque ele tem que entender que músicas muito conhecidas que ele escolhe, tem que ser totalmente arranjadas diferentes pra poderem ficar boas na voz dele, e não cair em comparação. Foi desafinado e ruim, destruiu uma ótima música. A semana tá começando bem mal!

Amanda: O timbre de voz dele é tão interessante que é difícil ele soar que nem o original em qualquer música. A vantagem dele é que não tem nada de karaoke, é carismático e nas notas certas. Mas esta semana… ain Paul! No no nooo! Não curti o arranjo e não gostei da voz dele, principalmente o início. Randy disse que isso foi problemas de afinação, mas num acho que foi apenas isso não. Prefiro esquecer.

Atalija: Paul + Elton John = MAGIC. A voz dele não estava 100%, ele desafinou em alguns momentos, mas as pessoas nem percebem isso quando se escolhe uma música incrível. E foi isso que aconteceu. Fora que o sorriso desse homem… ele pode estar ditando receita de arroz branco, basta ele sorrir e tudo vira música.

Thia Meglia – Collors Of The Wind (Vanessa Williams)

[media id=1006 width=630 height=380]

Felipe: Ai, Thia, escolheu a música que eu mais gosto dos filmes da Disney de todos os tempos (junto com a primeira da Branca de Neve que ninguém lembra). Mas ela fez uma boa apresentação, mas só isso. Nada excepcional, embora a música se encaixe muito bem no tom da voz dele. Precisa tomar mais riscos na música pra ganhar mais popularidade e avançar mais do que a metade do programa.

Amanda: A escolha da música foi perfeita para ela, mas depois das últimas duas baladas que a Pia cantou qualquer outra lentinha me faz querer dormir. Adoro a Thia, mas foi tudo ok. Roupa ok, arranjo ok, voz ok… E vou dar uma de Randy hj: queria vê-la cantar algo mais atual. Mais próximo da idade dela.

Atalija: Thia tocou num ponto delicado pra mim: Clássicos da Disney. Um dos mais monótonos, mas ainda assim, um clássico. Ela fez um trabalho correto. Nada mais, nada menos. Sem brilho, mas a Thia É sem brilho, né? Nenhuma surpresa aí. Boooring.

James Durbin – I’ll Be There For You (Bon Jovi)

[media id=1007 width=630 height=380]

Felipe: Tá todo mundo desse programa gripado? James desafinou mais do que uma caixa de gatos filhotes chutada no meio de uma rua chuvosa! Gritou, gritou, gritou e só. Semana passada eu tinha adorado ele, mas essa semana, nem me agradou, James. Você sabe fazer muito, MUITO melhor.

Amanda: Quando foi anunciado Bon Jovi para o James, achei MEGA óbvio. Sei que uma das grandes novidades do AI este ano é trabalhar com produtores, mas eles não precisam mudar o arranjo DE TODAS AS MÚSICAS. Iria preferir ele cantando em cima do arranjo original. E vem cá? Tá td mundo tá gripado nesta casa? Vocais já estiveram melhores.

Atalija: Primeiro: que criança FOFA era essa?! Baby James FTW! Segundo: o pobre coitado tava tossindo logo antes de cantar! Tadinho, gente. Terceiro: Bon Jovi foi uma escolha previsível, mas I’ll Be There for You é uma ótima música e ele acabou se saindo bem, mas sem a energia de semanas anteriores. O conselho do Steven disse tudo: não pode ficar pop demais.

Haley Reinhart – I’m Your Baby Tonight (Whitney Houston)

[media id=1008 width=630 height=380]

Felipe: Gostei desse lado da Haleão também, ela tem uma voz fantástica e marcante e somou com uma boa apresentação. Mais uma vez, nada que a gente dia “uau!” ainda, mas eu vejo uma capacidade imensa nela (principalmente pela versão em estúdio de Blue), mas dependendo de mim, ela vai continuar no programa com suas rosnadinhas por muito tempo!

Amanda: Mais uma performance ok. Pra variar, nada de extraordinário. Acho a Haley bem mediana e até agora ela não me impressionou em nada. E essas mudanças de gêneros cada semana não ajuda em estabelecer uma identidade.

Atalija: A gripe bem poderia ter atacado a Haley, né? Só assim ela teria uma justificativa. Geralmente eu gosto muito dela, mas hoje não simpatizei com NADA. Música, arranjo, roupa, batom, NADA. E, gente, o que foi ela lambendo o lencinho pra limpar o queixo?! Desastre. Tsunami.

Stefano Langone – If You Don’t Know Me By Now (Simply Red)

[media id=1009 width=630 height=380]

Felipe: Mais uma apresentação ótima do Stefano, e até agora a melhor da noite (o que não foi muito difícil de ser), controle e afinação muito melhor que semana passada e a última nota foi killer! Amo essa música e quando ele falou que ia cantar, fiquei super preocupado, mas foi uma ótima apresentação! Way to go, Stefano!

Amanda: Primeiro: a gente já sabe como o Stefano irá ficar quando envelhecer! É a cara do pai dele, gente! Segundo: acho que minha TPM não tá me ajudando a gostar de ninguém. Hoje eu rezei para o Stefano NÃO cantar uma balada, NÃO se espremer como se estivesse com constipação e MUITO MENOS gritar na última nota. Guess what? Todo mundo gostou, menos eu.

Atalija: Vou arriscar toda a minha credibilidade aqui dizendo que adoro Simply Red, ok? Tendo deixado isso claro, posso dizer que Stefano não me decepcionou, mas também não me emocionou. Gostei muito da performance, mas ainda tenho problemas com Stefano, ele é muito sorvete de baunilha pra mim. No entanto, depois de hoje ele ganhou duas estrelinhas azuis na minha tabelinha.

Pia Toscano– Where Do Broken Hearts Go (Whitney Houston)

[media id=1010 width=630 height=380]

Felipe: EXCELENTE apresentação e vocais!!!! Por isso que eu gosto da Leah Mich… ops, Pia, ela sempre consegue ser consistentemente boa, e essa semana conseguiu me animar muito mais, conseguiu sair da zona mesmice e fazer um ótimo trabalho! Com 3 apresentações massacrantes, tá difícil de segurar a Pia esse ano! Só acho que a partir de semana que vem, Thia tinha que escolher a música pra Pia e vice versa, pra variar.

Amanda: Little diva! Muito bonitinho o vídeo dela pequenina toda superstar! Mas vamos à performance: qual o tema de hoje mesmo? Whitney Houston? Depois da semana passada a gente sabe que a Pia consegue atingir TODAS AS NOTAS PERFEITAMENTE, mas queria ver um outro lado dela. É a mesma sensação que tive na 8ª temporada com o Adam Lambert. Uma hora ele parou de gritar e mostrou um diferencial, que sabe fazer mais do que aquilo. Ainda tô esperando isso dela. Outro ponto: TÃO FERRANDO COM TODOS OS ARRANJOS. #ProntoFaleiDENOVO

Atalija: É ASSIM QUE SE CANTA WHITNEY, BITCH! Achei o arranjo podre de brega e certeza que terei pesadelos com aquelas imagens do background, mas Pia fez outra performance tecnicamente perfeita. Sério, essa menina é fora de série! Lauren que se cuide, porque tem uma nova favoritinha despontando com força.

Scotty McCreery – Can I Trust You With My Heart (Travis Tritt)

[media id=1011 width=630 height=380]

Felipe: Definitivamente melhor do que nas últimas semanas, principalmente no final, mas sinceramente, ele tem que sair dessa vibe “minha galinha está doente e tenho que cantar pra comprar remédio na cidade vizinha” e dar uma atualizada no country dele. Ok que era pra ser músicas do ano que ele nasceu, mas faça elas serem atuais e não soarem toda semana como a mesma música, por favor.

Amanda: O que é o Scotty pequenino?? Quis arrancar as bochechas! rs E vestido de Elvis? Cute! Outra consistente performance do Scotty! É indiscutível o talento vocal e a naturalidade que ele possui no palco! Que vocais limpos! Parece que você tá ouvindo a versão em estúdio! Já pode tirar ele da competição? Contrato JÁ! Amazing…

Atalija: Já pode ter semana Elvis pra ouvir o Scotty cantar uma música do rei? PLEASE? Além disso, o que falar sobre o Scotty, né? Esse menino tá pronto, deve ter 300 empresários de Nashville querendo adicioná-lo no Facebook, mas essa semana ele se superou. Ousou mais na melodia, alongou as notas mais altas e isso tudo sem perder a naturalidade que ele tem no palco. Incrível.

Karen Rodrigues – Love Will Lead You Back (Taylor Dayne)

[media id=1012 width=630 height=380]

Felipe: Apresentação boa, ela só tinha que ter dado um update e parar com essa mania de ficar afastando o microfone da boca quando canta as notas altas, porque fica muito chato não ouvir o final das notas. Ela é uma boa cantora, mas tem que começar a ser mais relevante na competição, senão vai ser totalmente esquecida. E é impressão ou essa roupa tá totalmente vibe JLo? hahaha

Amanda: Baseado apenas no visual eu jurava que ela cantaria uma música da Jennifer Lopez. Gosto da Karen, canta muito bem, mas a pessoa que me diz no vídeo que não quer ficar marcada apenas como a “garota que canta em espanhol” e me enfiar um espanhol na música DE NOVO? Contraditório. Outra performance ok da noite.

Atalija: Karen – Princesa Amidala ligou pedindo a armação capilar de volta. Sério. Quem é que arruma o cabelo da Karen o por que essa pessoa a odeia tanto? Foi difícil prestar atenção na música, que não ajudou muito, né? Foi bonitinho, afinadinho, mas sem graaaaaaça. Karen tá acabando com a reputação de caliente das latinas.

Casey Abrams – Smells Like Teen Spirit (Nirvana)

[media id=1013 width=630 height=380]

Felipe: Gente, pode voltar no tempo, pegar um avião, visitar ele no hospital e falar “NÃO CANTA NIRVANA NUNCA!!!”. Tem certeza que ele tá bem da úlcera? Pareceu um mix de ataque de úlcera com um mendigão bêbado cachaçeiro cantando na rua. Adoro o Casey, mas ele cagou, pegou com a mão e comeu.

Amanda: Cadê o meu Casey?? Completamente assustada com a escolha musical dele esta semana. É necessário correr riscos sim, mas mudar completamente seu estilo? Ou aconteceu isso ou nem a gente sabe qual o real estilo do Casey. Não curti nada meu tchutchuco esta semana. Nem o arranjo, nem os vocais que geralmente são perfeitos. Mas uma vantagem: instrumentos. Tava sentindo falta de alguém tocar ao vivo.

Atalija: Gente, Nirvana no Idol. Não pensei que viveria pra ver isso, mas se tem alguém que poderia fazer isso, seria o Casey. Baixo em punho, arranjos simples, mas os vocais… oh, Casey. Foi ok, mas o seu normal é ser brilhante. Não gostei, foi minha primeira decepção com o Casey, maaas não foi de todo ruim. Acho que seu gostasse de Nirvana teria apreciado mais. Ou não.

Lauren Alaina – I’m The Only One (Melissa Etheridge)

[media id=1014 width=630 height=380]

Felipe: Laruen foi bem, mesmo gripada, e mostrou jogo de cintura, mas as pessoas hoje tão escolhendo as músicas muito mal! Sem brilho, sem plus, só aquela apresentação bem cantada, mas bland. Tinha muitas expectativas pra ela, mas ela tá bastante aquem ao que eu esperava.

Amanda: Gente… aquela é a mãe dela? Pq se veste como irmã? Ok ok.. performance! Eu e Olavo estávamos apostando que ela cantaria “Come to My Window”, mas preferiu outra da Etheridge. Diferente de alguns, Carrie Clarkson se saiu bem apesar da gripe. Adorei a performance. Está entre as melhores da noite e, pra mim, se o Jacob não botar os demais no bolso… Lauren, meu voto é teu.

Atalija: Devem estar rolando umas surubas LOUCAS na mansão porque metade do elenco está gripado, inclusive a Lauren. Ela estava com a voz notadamente rouca, mas sem o menor problema em alcançar as notas mais altas. Mais alguém lembrou da performance de “Walk On By” da Kelly Clarkson na 1ª temporada? Boa música, boa performance, mas ainda sinto saudades daquela Lauren da época das auditions.

Jacob Lusk – Alone (Heart)

[media id=1015 width=630 height=380]

Felipe: Primeiro de tudo HAHAHAHAHAHAHAHAHAH pra cara da J Lo quando ele desafinou! Mas foi uma escolha muito arriscada, porque depois da versão da Carrie, é difícil não comparar. E a versão dele foi muito regular, algumas notas muito boas, mas bastante irregular na afinação. Gastou um Pimp Spot atoa.

Amanda: Mudança drástica no arranjo de novo. Já deu, né produção? Acho o Jacob a maior diva que já passou pelo programa EVAH e como qualquer diva, ele sabe atingir as notas altas como ninguém, mas particularmente eu ABSOLUTAMENTE AMO as notas mais baixas e dessa vez eu fiquei a ver navios. Boa apresentação, tudo encaixadinho, mas já vi melhor dele. P.S.: não consigo ouvir “Alone” sem imaginar a Carrie Underwood e a previsão acertadíssima de Simon Cowell.

Atalija: Cantar “Alone”, que foi brilhantemente executada por Carrie Underwood e Carly Smithson em temporada anteriores, foi uma escolha ousada do Jacob. E na boa, amigão? Deixe as meninas continuarem no comando dessa música, tá? Achei tudo exagerado demais (duh, é o Jacob!) e gritado demais e dramático demais e gospel demais. Argh. Jacob é um excelente cantor, mas me irrita profundamente quando exagera assim.

Nossos jurados escolheram:
Top: Pia (3 votos), Lauren (2 votos), Scotty (2 votos), Thia (1 voto), Stefano (1 voto)
Bottom 3: Naima (2 votos), Haley (2 votos), Casey (2 votos), Paul (1 voto), Karen (1 voto), James (1 voto)